terça-feira, setembro 11, 2007

O dia que mudou o mundo


11 de Setembro de 2001 . O dia em que tudo e tanto mudou na vida de todos nós .

O sentido , as interpretações , os gestos , o toque , as palavras , os passos , as vontades , os tempos , tudo ganhou um novo horizonte no significado de cada detalhe .

O mundo global que crescía e desenvolvia raízes , quebrando fronteiras , sofreu um duro e fatal golpe , fazendo-nos lembrar que o ser humano não poderá nunca ser um protótipo de um outro ser humano e que as liberdades e misturas têm riscos e prejuízos .

No dia que mudou toda a concepção e a tentativa de construção de um conceito , o simbólico acto aqui representado , foi como que um forte e nervoso grito de um pai que tenta a todo o custo saber noticias do seu filho no momento mais importante das suas vidas . A libertação de um sentimento aprisionado e de esperança contra os ventos dos dominios tendenciais .

De um lado o bem . Do outro o mal . Separados como que por uma rede num jogo de voley , a vitória tenta fugir da derrota , culpando sempre o outro lado , nem que para isso as ilusões se tornem ( como quase sempre , quando em excesso ) em desilusões . As lágrimas de alegria contracenando com as lágrimas aflictivas da dor . A esperança a nascer , a mostrar caminhos enquanto que o inconformismo da fatalidade invade o outro lado , gerando revolta e pesares profundos . A conquista contra a perda , a vida recém nascida contra a morte recém promovida . Os parabéns que se ouvem de um lado contrastam com os pêsames do outro . A reunião de amigos e familiares é um dado comum a ambos os acontecimentos . Para uns de forma a rejubilar a data , para outros para sacudir e apagar esse dia da memória . Os hospitais e as maternidades foram nesse dia opostos e nao complementares .

A queda de um império que se dizia imbatível , indestrutível e inabalável e que afinal se revelou tão fraco e inútil como arrogante e frágil . Naquele coração de pai onde a frieza e o vazio reinavam e onde o dificil tinha sempre que ser fácil , começou a crescer algo mais humano e puro .

Faz precisamente hoje seis anos que tudo aconteceu , tudo mudou e tudo se transformou . Coincidência ? Nunca acreditei nelas . Destino ? Cada um constrói o seu . Grau de importância ? Memorável e único ! Nesse dia mundialmente inesquecível toda a gente sentiu , viveu e captou momentos que guardará para sempre na sua memória . Sejam eles positivos ou negativos . O carisma ,a importância , o sentido , a força , o olhar , os sentimentos e a história fizeram , fazem e farão deste dia ,um dos mais importantes dias de toda a humanidade . Livros , teorias , textos , discursos e dissertações serão eternamente feitas . As gerações que presenciaram e as que estão por vir falarão sempre e sempre desta marcante e considerável data . Cada um e cada qual terá sempre o seu Q de calafrio nesta data . Todos nos emocionaremos sempre e das mais distintas e belas formas de o fazer . Também eu o farei , pois para mim o 11 de Setembro de 2001 será sempre o 11 de Setembro de 2001 . O dia que mudou ( o meu ) mundo !

9 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Um texto ao teu nivel . Fabuloso.

2:31 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Mudou o de toda a gente . Mas mudara ainda mais

5:19 da tarde  
Blogger Ana said...

Faltou saber quem no fundo está do lado verdadeiramente mau... porque o 11 de Setembro apenas começou nesse dia mas não findou ali ao cair das torres... Ele foi pretexto para muito mais.

1:46 da manhã  
Blogger Lu said...

Palavras para quê, conseguiste dizer tudo!

Parabéns! ;-)

5:17 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

parabens é pouco . Formidavel texto ao jeito de sentido pratico e duplo . Quem sabe o que foi verdadeiramente esse dia so pode estar feliz ao ler astuas palavras

2:40 da tarde  
Blogger catenaccio said...

A imagem está demais! Parabéns pelo blog.

3:22 da tarde  
Blogger palavras indiscretas said...

Tiago,

Só agora tive oportunidade de ler este maravilhoso texto. Não vou acrescentar rigorosamente nada ao teu texto, fazê-lo seria estragar, apenas isso. Nesse dia, nesse ano, estávamos debaixo do mesmo tecto, a escutar as mesmas vozes e a sermos observados pelos mesmos olhares. Será sempre um dia inesquecível e que, por circunstâncias diametralmente opostas às sucedidas em Nova Iorque, mudou para sempre o rumo da tua vida.

Felicidades ao aniversariante, abraço amigo

8:18 da tarde  
Blogger Francisco Carvalho said...

sabes qual é o problema para mim... morreram menos de 3 mil pessoas nesse ataque contra o dito defensor da democracia mundial... quantos milhões morreram devido à política norte-americana e continuam a morrer.... esses nunca serão lembrados e nunca ninguém lutará para que a memória deles continue...

10:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Rejubilantes palavras com o verdadeiro sentido que poucos conhecem . Parabens Tiago . Mais uma vez mostraste o quao és grande .

12:27 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

origem